Volte Para Meus Braços

>> 09 janeiro 2009

Tão bela e frágil
Como a rosa em suas mãos

Em um momento de tristeza
Esperava ser como o mar,
Que está sempre a amar a areia
Sempre trazendo e levando novos amores
Mas ela amava e odiava o mar
Por que foi nele em que perdeu
Seu único amor.

Todos os dias ela vai até o mesmo
Cais onde ele partiu,

E leva flores em suas homenagem
Ela passou anos em profunda

Tristeza e Esperança

Repetindo o mesmo ato
Vivendo de memórias

Sempre com a esperança de que
Um dia
Seu único amor,

Volte para seus braços...


8 comentários:

Tyellë 9 de janeiro de 2009 09:18  

Intenso...
Adorei

Tive uma idéia amore
Vamos escrever um livro ?
ganhar mto dinheiro e fazer várias tattoos uhauhauha ^^

bjaum
saudades

me liga, ou eu te ligo para combinarmos onde vamos nos encontrar, e que horas,no domingo...

DESESTRESSA MANO 10 de janeiro de 2009 12:23  

...volte pra imensidão de teu abraço...


Obrigado pela visita e comnetario em meu blog, volte sempre sera bem vinda.

Abraços e sucesso

Monday 11 de janeiro de 2009 15:06  

se o mar levou, pode trazer de volta, por que não?

Julis 11 de janeiro de 2009 18:52  

Que lindo, forte, intenso... Adorei.

Imaginary Decadence 11 de janeiro de 2009 21:10  

olá!
Obrigada pela visita!

Acredito que viver de memórias não é tão real quanto esperar...e que a tristeza de algum modo sempre se refere a esperança de ter o que foi levado...mesmo que seja intenso e quase impossível...

beijos

Tyellë 11 de janeiro de 2009 21:33  

Oi Cris
desculpe por hoje...
meu, sai lá do trampo...ultimamente só anda acontecendo merda na minha vida.
Depois agente conversa
te ligo essa semana

meu, gosto pra caramba de vc, por favor não fique brava nem chateada comigo por eu n ter ido no churrasco...
se precisar pode me ligar em casa, vou ficar lá, só amanhã que vou sair pra resolver o negocio dos meus documentos, mas a partir de terça estou lá...
ah e domingo vamos fazer as tattoos né ? vou tentar guardar dinheiro, tenho que pegar or estante do dinheiro lá no ex-trampo...

bjus

Sibele 12 de janeiro de 2009 21:51  

Olá!Passando pra conhecer seu blog!Lindo poema é triste,mas é muito intenso.
Beijos

Rafaela 12 de janeiro de 2009 22:05  

obrigada pela visita.
quem bom conhecer mais uma leitora do meu humilde blog..
adoro quando comentam pois posso conhecer outros blogs...

estou lendo o seu. já me identifiquei desde o princípio...

belo texto, é seu??

Sigam-me Os Maus

Cuma ?

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

  © Blogger templates Shiny by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP