Wake me Up

>> 24 abril 2009


Quero acordar deste pesadelo
E ver os raios de sol brilhando e
Iluminando o meu quarto.
Meus sombrios pensamentos
Transbordam em mim,
Eu tento eliminá-los neste papel...
Eu tento fugir da minha realidade
Tão profunda, tão escura
Mas algo me faz encarar
E não me deixa fugir, me esconder...
É mais do que loucura,
Mais do que fantasia
Que nos mantém sempre sonhando...
Quando acordo,
Me vejo sempre sozinha
E me sinto sempre perdida,
Não há luz, apenas a escuridão
Vejo o tempo passar tão lentamente
E as pessoas passarem tão depressa
Parecem não me ver
Ou simplesmente não têm tempo para mim.
Eu paro um instante
E começo a contar os segundos
Eles se transformam em minutos,
Horas, dias, semanas, meses, anos, séculos...
Fiquei tanto tempo perdida aqui
Aqui tão dentro de mim
Que não pude viver
Nem amar...
Agora todas as minhas lembranças
São de minha voz
Como um eco distante
Ressoando minhas últimas palavras:
"Alguém, por favor, por favor..."

Cristina Santos
Imagem: LynneElvine on deviantART

6 comentários:

A Madrasta Má 24 de abril de 2009 14:04  

Apareça tá sumida demais... Bjinhos da Madrasta!

Jean Grey 25 de abril de 2009 09:14  

Simplesmente lindo...

bjus
amo vc.

Sr. OverGround 26 de abril de 2009 16:10  

Quem poderá socorrer um eco perdido no vazio da penumbra?
Quando andamos em uma floresta escura
A luz entra pelas brechas das folhas
Mas e quando todos os pontos de luz ficam no passado
Já trilhado sem observância?
No principio havia escuridão a beira do abismo
Antes mesmo da existência humana
As trevas são a pura existência do ser
Algo que tem o poder de nos possuir
E de nos transformar
...
Abra a janela!
E rompa as amarras!
Acenda o fogo do espírito com a energia de seu ultimo suspiro!
E quando tudo for cinzas
Saberá que a eternidade não relutara a vir
Em quem se transfigurou em fênix

Aí sim. Acorde do Sonho!
E respire fundo!

Será que não está sonhando que sonha?

Gostei do texto! mto bom..

Imaginary Decadence 26 de abril de 2009 16:39  

Olá!

Perdida em sonhos,parece tão complexo,e ao mesmo tempo tão maravilhoso estar assim que as coisas a que em algum momento damos importância se perde no vazio que se cria entre os sonhos...
Adorei a finalização...
beijos

ronaldo ichi 30 de abril de 2009 12:21  

"Vejo o tempo passar tão lentamente
E as pessoas passarem tão depressa"

nossa... foi coisa de sintonia.
eu estava pensando nisso a instantes antes de entrar e ler.

teu texto me traduziu.


beijos!!!

Rodrigo 9 de maio de 2009 14:20  

olááá,
ainda existe algum aí?!
toc,toc :D
uashuhs,
BEIJÃO ;@@
saudaaade!

Sigam-me Os Maus

Cuma ?

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

  © Blogger templates Shiny by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP