Textos Inacabados

>> 07 julho 2009


Sinto o ar mais pesado
Sinto que já não há mais saida

O veneno em meus lábios,

Pode matá-lo
Ou pode fazê-lo desejar mais...

Posso lhe ensinar um mundo de mentiras

E te guiar ao fundo do mar

Isso faria você feliz?
Isso ao menos o traria de volta?

O veneno que percorre meu corpo

Irradia todo o meu ser

Me faz reluzente
Me faz atraente...

Bebo sangue como água

Através das veias da morte


Cristina Santos

Imagem wind-swept on deviantART

3 comentários:

Davi Machado 8 de julho de 2009 11:47  

é um poema lindo e muito forte também, vc fala de morte com um jeito muito especial, gosto disso!
foi um prazer ler-te!

abraços sinceros!

D.Machado

Rodrigo 9 de julho de 2009 22:05  

nuss, beleza de texto :D
fico imaginando se o meu ar ficasse mais pesado, acho que não aguentaria nem andar...
failed x.x
beeijão ;@@

Lucas Lima 24 de julho de 2009 13:38  

tenho um pouco de receio de falar de fins, rsrs, prefiro os meios e inícios, rsrs, mas vc se sai muito bem nisso, rs
bons dias

Sigam-me Os Maus

Cuma ?

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

  © Blogger templates Shiny by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP